PORQUE BATMAN BEGINS AINDA É UM DOS MELHORES FILMES DE SUPER-HERÓIS.


Em 17 de junho de 2005, a Warner Bros reintroduziu o Batman nas telonas, ele que sempre foi um de seus dois personagens mais populares e Premiados.

Faziam oito anos desde que o Cruzado de capa tinha visitado o cinema pela última, seu antecessor, Batman e Robin teve recordes de menor bilheteria e menor sucesso de críticas da história do personagem no cinema.

Com o então diretor pouco conhecido, Christopher Nolan e sua equipe de escritores a frente do filme, como o título sugere, Batman Begins conta a história de origem além do simples "pais morto a tiros em um beco", que todo mundo já sabia. Ele também marcou o início de uma trilogia que iria ver nomeações e até vitórias no Oscar, ao longo dos seus de três filmes.

Mas o que torna Batman Begins único?

Nunca antes um personagem de filme se distanciou de forma tão drástica de um filme anterior, ainda que soubéssemos se tratar de um reinicio da franquia. 
Após o exagerado Batman e Robin, um reboot era necessário, mas poucos sabiam exatamente o que esperar.
Tomando como base o quadrinho Batman: Ano Um, o filme procurou trazer uma abordagem mais escura, e mais fundamentada ao repertório de Batman.


Batman Begins não apenas mostra a origem do Batman, mas é focado fortemente em Bruce Wayne . 
Em um mundo com filmes baseados em quadrinhos como Blade e X-Men, que não têm identidades secretas, e até mesmo os primeiros filmes do Homem-Aranha, que não desenvolveram Peter Parker, tanto quanto seu alter ego, Batman Begins começa a definir o novo padrão de como o filme de quadrinhos de super-heróis devem começar.



Apesar do hiato de oito anos entre Begins e Batman e Robin, O Cavaleiro das Trevas só aparece por quase uma hora. Era ousado, e a maneira perfeita de dizer ao público: "Este é um novo personagem, em um novo mundo, e qualquer coisa que você já viu antes não importa mais."


Mas apenas limpar o passado da mente das pessoas não era suficiente. A única coisa que Batman Begins fez melhor do que qualquer coisa que veio antes dela (ou depois), foi a maneira que fez você se importar: Bruce Wayne, Alfred, Lucius Fox, e até mesmo de Ras'al Ghul todos personagens complexos, com motivações bem definidas. 



Mesmo o personagem de Rachel Dawes, que teve duas atrizes durante a trilogia, teve momentos cruciais que moldaram quem Bruce Wayne é, e mais importante, quem ele precisava para se tornar. 
Jim Gordon, por sua vez, representa não apenas alguém com quem Bruce / Batman possa trabalhar, mas um símbolo de esperança para o que Gotham pode se tornar (um símbolo repassado para Harvey Dent, e, finalmente, para John Blake no segundo e terceiro filme, respectivamente).

A tendência, ao falar sobre esses filmes, é agrupá-los todos juntos, ou dar a O Cavaleiro das Trevas, o segundo filme e para o desempenho premiado com o Oscar por Heath Ledger como o Coringa, uma posição de melhor. 

No entanto, é Batman Begins, uma mistura de gêneros, e sua vontade de ser diferente, que não só definiu o cenário para o que estava por vir, mas provou que isso pode funcionar.

Batman Begins foi construído da mesma forma para os espectadores familiarizados com os mitos e aqueles novos, uma lenda, mas também um personagem carismático que lutou para ser definido. Nem Bruce Wayne nem Batman eram símbolos de perfeição. Batman lutou para encontrar o equilíbrio, para descobrir como trabalhar dentro e fora da lei. Bruce igualmente lutou - com medo, com a diferença entre vingança e justiça, com a forma de fingir ser um de playboy indiferente quando se chocou com a sua verdadeira missão.
Não foi (apenas) a escuridão, ou a forma como o filme em si levou a sério (ou "muito a sério", como disse Espantalho), que fez o filme ótimo. Ele também foi o que chegou perto o suficiente de uma versão do nosso próprio mundo, o que deixou mais fácil de acreditarmos no que estava acontecendo. 


Claro, os telespectadores não iam vestir um traje e lutar contra vinte ninja depois de ver o filme,ou pelo menos é o que se espera, mas eles podiam ver o amor nos olhos de Thomas Wayne enquanto ele disse: "Bruce, por que nós caímos? Para que possamos aprender a dar a volta por cima ". 

Mesmo "Capitão América" tomou essa citação de uma maneira e fez dela um tema para o seu próprio herói e filme!

E isso é o verdadeiro sucesso do filme. Não é apenas que ele reviveu Batman, ou outros filmes de super-heróis, mas super-heróis usados como uma ferramenta para explorar temas reais, como a natureza do medo e da diferença entre vingança e justiça. 

Ele disse ao mundo que os super-heróis não eram apenas acerca de dois imbecis fantasiados trocando golpes, eles eram acerca de um ideal, e uma verdade - algo que realmente não havia sido explorado nos filmes de super-heróis.



Batman Begins foi revolucionário em muitos aspectos. Enquanto ele abraçou as suas raízes dos quadrinhos com cenas diretamente das páginas da mitologia da DC, ele também manteve um nível de realismo apenas o suficiente para fazer você pensar que talvez Batman poderia existir em nosso mundo. E enquanto o Universo Marvel do Cinema, que veio depois e deu ao seu mundo e suas explorações um tom mais claro, não há dúvida de que a menos parcialmente segue a trilha que este filme trilhou.  



E é por isso Batman Begins é um dos melhores filme de super-heróis.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.