Livro O Demonologista | Editora Darkside books - [Resenha]

                        

O personagem que dá título ao best-seller internacional é David Ullman, renomado professor da Universidade de Columbia, especializado na figura literária do Diabo – principalmente na obra-prima de John Milton, Paraíso Perdido. Para David, o Anjo Caído é apenas um ser mitológico.

Ao aceitar um convite para testemunhar um suposto fenômeno sobrenatural em Veneza, David começa a ter motivos pessoais para mudar de opinião. O que seria apenas um boa desculpa para tirar férias na Itália com sua filha de 12 anos se transforma em uma jornada assustadora aos recantos mais sombrios da alma.
Enquanto corre contra o tempo, David precisa decifrar pistas escondidas no clássico Paraíso Perdido, e usar tudo o que aprendeu para enfrentar O Inominável e salvar sua filha do Inferno.

O Demonologista chega agora aos leitores brasileiros numa luxuosa edição em capa dura como só a DarkSide® Books sabe fazer. Leia O Demonologista antes de ele chegar ao cinema, nas mãos de Robert Zemeckis, diretor de Forrest Gump (1994) e da trilogia De Volta Para o Futuro (1985-1990).

“A maior astúcia do Diabo é nos convencer de que ele não existe”, escreveu o poeta francês Charles Baudelaire. Já a grande astúcia de Andrew Pyper, autor de O Demonologista (DarkSide® Books, 2015), é fazer até o mais cético dos leitores duvidar de suas certezas.

O Demonologista foi a primeira leitura de terror que fiz da Editora Darkside books. 

Apesar de conhecer a editora e já ter lido outros títulos como Os Goonies e Coração Assombrado (a biografia de Stephen King), aqui foi meu primeiro contato com uma ficção de terror.


Como diz o ditado, "não devemos julgar um livro pela capa", contudo, o título foi algo que me chamou muito a atenção já que esse é um tema do qual eu gosto quando falamos em filmes.

Durante o inicio, o livro me pareceu muito com vários filmes recentes que envolvem exorcismo, ele flerta com vários elementos que sempre aparecem na tela, como o personagem incrédulo, um convite que aguça a curiosidade do personagem e do leitor, um câmera filmadora (que nos filmes dão a impressão da história se passar em primeira pessoa), um evento que muda a percepção do protagonista sobre o que ele acredita. A impressão que tive é que tudo seria "Mais do mesmo", contudo as coincidências param também logo no início, para nossa sorte.

O Demonologista é cheio de suspense e terror psicológico, um triller que lembra as aventuras de Robert Lagdon, onde a obra Paraíso Perdido de Jhon Milton sever como elemento guia. Como não há arcos paralelos, o foco é do inicio ao fim em Ulman em sua jornada, algo que eu gostei muito, e aos poucos descobrimos mais sobre seu passado e o que leva ele a ser o escolhido para tarefa que lhe é incubida.

Recomendo a leitura dos apêndices no final do livro antes de começar a leitura em si, pode parecer estranho, mas ajuda na copreensão de alguns pontos e referências durante a jornada de Ulman, ainda mais se você não conhece a obra que rege o livro, Paraíso Perdido de Jhon Milton.


Andrew Pyper (1968) é o premiado autor de seis  omances, entre eles Lost Girls (1999), vencedor 
do Arthur Ellis Award, selecionado pelo New York Times como um dos livros do ano, e best-seller nas listas do New York Times e do Times (Inglaterra). 

Seu livro The Killing Circle (2008) foi eleito o melhor romance policial do ano pelo New York Times. Três romances de Pyper, incluindo O
Demonologista, estão sendo adaptados para o cinema. 
E ainda assim, seus livros continuavam inéditos em nosso país. 
Claro que tinha que ser a DarkSide® Books para trazer esse mestre moderno do terror e suspense para o Brasil. Saiba mais em andrewpyper.com.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário