Deadpool: Primeiras impressões da imprensa internacional

A imprensa internacional começou a fazer as primeiras críticas de Deadpool, que chega ao Brasil na primeira quinzena de Fevereiro.
O site Comicbook.com apresentou o seu release do filme, que foi exibido na íntegra em Nova York e Los Angeles na noite de ontem, surpreendendo os fãs que acreditavam que a sessão seria de poucos minutos apenas. 
Segundo o site o filme é simplesmente demais!
Isso resultou em dois teatros, um em cada costa, cheia de fãs muito felizes.

Crtítica do site:

"Os trailers tinha me deixado cautelosamente otimista. Claro, você pode fazer dois minutos bem parecidos com os quadrinhos, mas eles poderiam realmente fazê-lo por duas horas? Felizmente, a resposta é sim: os trailers, neste caso, são realmente muito boas representações do filme que você verá na tela grande. 
Isso significa que há muita ação, muita comédia e alguma violência brutal, brutal mesmo. Há também um pouco indecencia, nudez e sexo (Ryan Reynolds passa uma boa parte de duas cenas inteiras nú), e uma grande surpresa: o coração.
Quando tudo vai para o inferno, quando a insanidade vai ao limite, ou quando a trama parece fraca, o coração por trás de todos os chutes e traz o filme de volta à Terra. 
Nos últimos anos, escritores como Rick Remender e Gerry Duggan deram Deadpool quadrinhos que pouco algo extra, um personagem que você pode rir e se impressionar, mas que você também se preocupa. O filme faz isso, também, e ele não sai como desajeitado ou forçado em tudo.
Há algumas pequenas alterações à origem de Deadpool aqui, mas serve o filme também. A história aqui é simplificada, mais fácil de digerir para a multidão geral que vai ao cinema. O essencial no fim está lá: o mercenário, o câncer, o experimento, os superpoderes. 
O humor, enquanto apropriadamente mostrado nos trailers, ainda estava de alguma forma surpreendente. 
Eu estava esperando este filme fosse engraçado, mas eu realmente não estava esperando rir muito, e de verdade muitas vezes. O filme é divertido - é um dos filmes mais engraçados que eu vi nos últimos anos, e que ajuda a digerir a violência também. 
É difícil pensar sobre uma decapitação quando Deadpool imediatamente faz uma piada que te faz gargalhar. 
Este é um filme que terá de ser visto várias vezes, apenas para pegar todas as piadas - alguns deles são tão "fogo-rápido", que você simplesmente não pode ouvi-las por causa dos risos.

A quebra da quarta parede funciona muito bem, e é muitas vezes apenas um pequeno comentário ou um piscar de olhos.
A violência é definitivamente insana, levada ao limite, e cruel. Mas também é bem coreografada, e algumas dessas sequências de ação são muito rápidas e impressionante, você não pode piscar por alguns minutos de cada vez, por medo de perder a próxima façanha inacreditável. É uma explosão, é impressionante - e só cresce desde a seqüência de abertura familiar até o final explosivo.
Ryan Reynolds faz jus a todas as suas potencialidades neste filme. O promisso astro de ação, por sua própria admissão, teve "variados graus de sucesso" em suas adaptações de quadrinhos para o cinema até agora. Felizmente, este filme vai lavar quaisquer memórias negativas de longe, em uma poça de sangue. 
Ele é engraçado, ele é durão e, em geral fantástico. TJ Miller é divertido, também, ao mesmo tempo, oferecendo alguns dos sentimentos acima mencionado na equação. Morena Baccarin mantém-se com Reynolds bem no departamento de piadas, e enquanto sua personagem não chega a fazer uma grande presença no terceiro ato, ela deixa querendo mais dela. Como vilões, Gina Carano e Ed Skein fazer um bom trabalho, se um "bigode-twirly." Colossus e Negasonic foram grandes surpresas, como eles são uma explosão sempre que estiverem na tela.
Este é um filme divertido, e é muito Deadpool. Raramente tenho visto um filme de quadrinhos não apenas capturar um personagem tão bem, mas adicionar algo mais a ele. Deadpool é simplesmente o que os fãs têm desejado."
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário